Saiba quais são os documentos para tirar o visto americano!

A lista de documentos necessários para tirar o visto americano não é curta, viu. Os Estados Unidos da América é um destino muito popular que atrai pessoas de todo o mundo. Consequentemente, essas barreiras burocráticas se fazem necessárias para manter o controle sobre os visitantes.

O viusto, além de servir para registrar quem passa pelas fronteiras do país, tem como função filtrar quem poderia tentar permanecer por lá ilegalmente, e por isso a documentação é imprescindível.

Para saber em detalhes o que precisa em cada etapa do processo de solicitação de visto pros EUA, continue conosco! Te contaremos os documentos que terá que levar, onde apresentá-los e outros pontos importantes sobre o tema. É só ler esse post e começar a se preparar para viver dias inesquecíveis em solo estrangeiro!

Confira também nosso post 15 línguas mais difíceis do mundo e já entre no clima para as próximas viagens!

Documentos para tirar o visto americano: o que saber antes de começar

Quando começamos a pensar em uma viagem é claro que nos empolgando imaginando quais pontos turísticos conhecer. Mas, antes de tudo, é necessário entender como funciona o processo para entrar em cada país! Existem diversas nações que aceitam a entrada apenas com o passaporte. No entanto, os que pedem o visto não permitem a visita sem ele de forma alguma.

Falando especificamente dos EUA, já sabemos que o esse documento é uma obrigatoriedade para brasileiros e existem diversos tipos dele. O mais comum é o Visto de Turistas ou Negócios, classificado como B1/B2. Com ele, é permitido ficar até 6 meses viajando e poderá realizar o estudo informal – intercambistas precisam solicitar outra categoria.

Para ler depois: O que é e como fazer intercâmbio? A Easy te explica!

Esse processo tem uma etapa online e outras presenciais que podem ser realizadas em qualquer um dos 5 consultados estadunidenses no Brasil. Eles ficam localizados nas capitais Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre. Confira um passo a passo das fases para tirar o visto para os EUA:

  1. Solicitação do visto e preenchimento de formulário DS-10 no Centro Eletrônico de Aplicação Consular do Departamento do Estado Americano;
  2. Emitir o boleto para quitar a taxa de visto e agendar a vista ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) no site oficil de Solicitantes do Visto de Não-Imigrante para os E.U.A;
  3. Comparecer pessoalmente ao CASV na data marcada;
  4. Entrevista presencial no Consulado dos EUA.

Agora que sabe exatamente o que terá que fazer, descubra quais documentos necessários para tirar o visto!

Lista de documentos necessários para tirar o visto americano!

Após o preenchimento de todos os requerimentos e agendamentos online, você precisará apresentar uma série de documentos originais. Saiba o que será necessário levar!

Duas mãos segurando caneta em mesa com vários papéis.

  • RG;
  • CPF;
  • Passaporte atual com 6 meses de validade, no mínimo;
  • Passaporte antigo (caso tenha);
  • Comprovante impresso do preenchimento do DS-160;
  • Confirmação de agendamento da entrevista;
  • Comprovante de residência;
  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de renda – declaração do Imposto de Renda ou Holerite, por exemplo;
  • Extrato bancário dos últimos três meses;
  • Comprovação de vínculos.

Esse último item da lista não é bem um documento, existe uma variedade de certificações que se enquadram nessa categoria. Isso porque o Consulado dos EUA quer ter algum tipo de garantia que cada visitante terá motivos para retornar ao Brasil, ao invés de tentar permanecer como imigrante ilegal. Por isso, é importante ter formas de demonstrar o máximo de conexões possíveis com nosso país.

Veja o que pode ser considerado como comprovante de vínculos:

  • Certidão de matrimônio (se houver);
  • Certidão de nascimento dos filhos (se houver);
  • Documentos de veículos em sua posse;
  • Empreendimento ou sociedade em seu nome;
  • Carteira de trabalho assinada;
  • Matrícula em Graduação ou Pós que está cursando;
  • Escritura de imóveis ou terrenos que possui;

As certidões que envolvem família são uma ótima opção de comprovação de vínculo, principalmente se esses entes irão permanecer no país enquanto você viaja. Quanto mais dessas formas de conexão você conseguir demonstrar, melhor. Assim ficará mais fácil de convencer o entrevistador de seu retorno!

É importante que não sejam apresentadas documentações com rasuras e, nos casos em que não conseguir levar os originais, apresente cópias autenticadas em um cartório. Dessa forma, ela terá validade jurídica e servirá como comprovante durante o processo.

A tradução juramentada pode te ajudar a tirar o visto!

Os documentos pedidos para o visto são parte fundamental nesse processo. Eles comprovarão seus meios de ir até o país e, também, ajudarão confirmar sua intenção de retornar ao Brasil. Mas, sabia que nem todos eles são em português?

Mão assinando documento.

O formulário DS-160 é um dos mais importantes arquivos do seu processo com o Consulado. Ele é um dos maiores fatores que levam a negar pedidos de visto, mesmo que a pessoa esteja com outras documentações adequadas. Isso porque ele deve ser preenchido inteiramente em inglês e existem muitos erros por parte dos candidatos.

A tradução juramentada é uma ótima forma de se precaver de erros de linguagem que podem fazer que sua solicitação seja negada. Os profissionais dessa área – chamados de tradutores juramentados – terão conhecimento sobre todos os termos e equivalências necessárias. Vale muito a pena contar com esse serviço, afinal, ninguém quer perder a viagem dos sonhos por conta de algo que poderia ser evitado, certo?

Agora que tem a lista dos documentos necessários para tirar o visto americano, já pode planejar todo seu roteiro. No blog da Easy TS você encontra muitos conteúdos que podem ajudar em seu dia a dia e de sua empresa! Quer saber mais sobre o que é tradução? Temos um post completo desse assunto.

5/5 - (1 vote)
Bruno Pereira

Bruno Pereira

Formado na área de TI com cursos direcionados a atendimento ao cliente, gerenciamento de processos e otimização de recursos, possui mais de 5 anos de experiência no mercado de traduções ajudando pessoas e empresas a falarem o mesmo idioma. É o atual CEO da Easy Translation Services.

Deixe um comentário