Por que e quando é necessário traduzir receita médica?

Você sabia que é possível traduzir uma receita médica? É isso mesmo, existe uma maneira de fazer com que seu receituário torne-se um documento válido em inglês (ou qualquer outro idioma) e em alguns casos esse procedimento se faz muito necessário.

Esse é um cuidado que se fala pouco quando vemos conteúdos sobre dicas para viajantes, mas que pode fazer toda diferença em sua viagem e até garantir que você e sua família estejam mais protegidos caso necessitem de algum tipo de atendimento médico. Afinal, não dá para esperar que os socorristas de outros lugares do mundo entendam uma prescrição em português, certo?

Entretanto, existem algumas regras e detalhes que qualquer viajante precisa saber antes de embarcar rumo à viagem dos sonhos, e você pode conferi-las aqui no blog da Easy. Continue a leitura e saiba tudo sobre esse tema!

Por que traduzir minha receita médica?

Traduzir a receita médica é necessária por conta de uma simples lei: os receituários emitidos dentro do Brasil só têm validade dentro do território nacional. Dessa forma, se necessitar comprar algum remédio controlado que use continuamente, você não poderá fazer isto com o documento que já possui. Da mesma forma, se possuir um atestado sobre qualquer problema que precise de cuidados especiais, não terá como comprovar isto em outro país.

No entanto, essa realidade muda quando você busca um serviço de tradução de documentos seja para sua receita médica ou outro arquivo. Essa atitude faz com que a certidão que possui torne-se legal no exterior, caso tenha sido feita por um tradutor juramentado, e permite que compre os medicamentos que precisa para se manter saudável.

Tradução juramentada para serviços médicos: entenda como funciona

Assim como no caso de outros documentos, para que a tradução de receitas médicas e outros prontuários seja reconhecida juridicamente, é preciso que esse processo seja feito por um tradutor juramentado. Esse profissional é um especialista concursado que tem conhecimento legal e linguístico para realizar a mudança de idioma sem que o conteúdo da certidão seja alterado.

É por conta disso que a melhor forma de conseguir uma receita médica em inglês ou outra língua é encontrar uma empresa com serviço de tradução juramentada, para que você consiga facilmente achar um profissional de qualidade e que ofereça esse tipo de trabalho.

Esse especialista irá fazer a modificação de idioma e incluir todos os símbolos, assinaturas e selos que tornem o novo documento tão válido quanto o original. O tradutor juramentado então poderá te entregar o serviço finalizado, pois com a rubrica desse profissional, a certidão será reconhecida perante a Justiça Brasileira e também a internacional.

É importante ainda ressaltar que você não precisa estar na mesma cidade que a empresa de tradução que contratar, pois um documento com tradução juramentada pode ser validado por meio de uma assinatura digital que também é reconhecida juridicamente. Da mesma forma, as receitas médicas digitais também podem ser traduzidas!

Quando preciso ter uma receita médica em inglês ou outro idioma?

A maior recomendação é que, ao viajar, você sempre tenha uma receita médica em inglês ou no idioma oficial de seu destino. No entanto, existem alguns casos em que essa certificação é uma exigência legal e listamos quais são eles:

  • remédio controlado: caso tenha alguma doença que exija o uso de medicamentos controlados, você precisará de um atestado médico devidamente traduzido e também de uma receita para que possa comprar esse remédio se for preciso;
  • medicação ilegal em outros territórios: se você precisa usar um remédio que é legal no Brasil, mas no território para qual está indo não é, também precisará de um atestado e receita traduzidos para comprovar a necessidade às autoridades locais;
  • viagens longas: quando se está fazendo um mochilão ou um intercâmbio, por exemplo, que são viagens mais demoradas, é normal que leve maiores quantidades de remédios para não precisar ficar comprando. No entanto, a Imigração brasileira ou estrangeira pode estranhar o número de medicamentos e você precisará apresentar comprovantes do motivo do uso (se puder, apresente também a nota fiscal da compra desses produtos);
  • comprar uma medicação que não é vendida no Brasil: existem muitos casos de pessoas saindo do país para buscar tratamentos com remédios que não são comercializados aqui, no entanto, essa prática também é comum entre grupos que desejam traficar tais substâncias. Para que possa provar ao seu médico de outro país ou às autoridades que seu objetivo é apenas curar sua enfermidade, leve uma receita emitida por seu médico no Brasil e traduzida, o que comprova seu quadro clínico.

No caso dos atestados médicos, existe ainda outro caso em que ele deverá ser traduzido: quando você possuir algum problema crônico ou limitação para realizar alguma atividade física, ou movimento. Leve sempre com você um documento com tradução oficial para comprovar sua necessidade de qualquer cuidado extra, ou para evitar que em algum local precise realizar alguma ação que não pode por conta de sua saúde.

Esse cuidado também facilitará para uma equipe de pronto atendimento que precise lhe atender em qualquer imprevisto, pois eles saberão quais medidas tomar perante seu quadro clínico.

Posso levar remédio no avião se eu não traduzir a receita médica?

Se formos responder de maneira prática, sim, você pode levar remédios no avião mesmo sem uma receita traduzida. No entanto, essa atitude pode fazê-lo ter problemas com a imigração ou com a continuidade de seu tratamento, como já falamos antes, e em casos mais graves até fazer você e seus acompanhantes perderem a viagem que planejaram por tanto tempo.

Por isso, mesmo que as regras da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) não mostrem um impedimento sobre quantidades de cápsulas ou pílulas que podem ser levadas na bagagem, é importante sempre estar com as documentações mais completas possíveis para justificar qualquer substância que possua em sua mala.

E se estiver com remédios líquidos ou spray, a Agência Nacional de Aviação Civil também restringe a quantidade de mililitros que podem ser levados em cada embalagem na bagagem de mão. Se algum item ultrapassar 100ml, estando com a receita médica traduzida ou não, deverá ser despachado com a mala maior.

Sabendo como e porque traduzir receita médica, não arrisque mais sair do país sem esses atestados com você e esteja protegido onde for. Se quiser saber mais sobre o que é a tradução juramentada e a importância dela, aqui no blog da Easy já temos mais sobre o assunto, então não deixe de conferir!

Bruno Pereira

Bruno Pereira

Formado na área de TI com cursos direcionados a atendimento ao cliente, gerenciamento de processos e otimização de recursos, possui mais de 5 anos de experiência no mercado de traduções ajudando pessoas e empresas a falarem o mesmo idioma. É o atual CEO da Easy Translation Services.

Deixe um comentário

O mundo das traduções sem burocracias 

Traduções juramentadas, técnicas, simultâneas e mais podem ser contratadas muito mais fácil com a Easy.